A importância do setor de Compras nas organizações

A data 19 de setembro foi escolhida para homenagear uma profissão pouco conhecida: o Comprador! O Dia do Comprador foi instituído em 17/04/1986, com a Lei nº 5.039.

No dia a dia das grandes empresas, como o Hospital da Baleia, um setor específico para realizar as compras é essencial, não apenas por organização, mas também como forma de diminuir as despesas totais da instituição. De um copo de plástico descartável à um equipamento sofisticado para realização de exames, tudo passa pela análise e expertise dos compradores.

São eles também os responsáveis por avaliar e selecionar fornecedores, negociar as melhores condições comerciais (qualidade, preço, prazo de entrega e prazo de pagamento) e até mesmo fazer o acompanhamento da entrega ao setor solicitante.

De acordo com a coordenadora do setor de Compras do Hospital da Baleia, Mirna Tavares, se houver alguma divergência no recebimento, os compradores são responsáveis por acionar o fornecedor e resolver qualquer pendência. Eles passam por um controle de qualidade todo semestre, para garantir que todas as aquisições tenham sempre uma ótima condição.

Funcionários do setor de Compras do Hospital da Baleia

A coordenadora ainda explica que um processo de compras descentralizado, isto é, cada setor compra aquilo que é necessário para a sua área, não é o ideal, pois o comprador tem uma característica essencial à profissão: poder de argumentação e negociação. “Compras é um setor estratégico, e em toda negociação eles trabalham para trazer o melhor resultado”.

O setor de Compras do Hospital da Baleia está aberto a novos fornecedores, e caso você deseja oferecer algum tipo de produto/serviço à nossa Instituição, o contato deve ser feito no (31) 3489-1508.

Referência em saúde e humanização

À disposição dos mineiros, são mais de 26 especialidades médicas e Centros de Referência em Oncologia Adulta e Pediátrica, Nefrologia (Hemodiálise e Transplante Renal), Ortopedia, Pediatria e Cirurgia Bariátrica e Metabólica, além do Tratamento e Reabilitação de Fissuras Labiopalatais e Deformidades Craniofaciais (Centrare). Construído há 76 anos durante uma outra epidemia tão mortal quanto – a tuberculose – o Baleia sempre se preocupa em cuidar de quem mais precisa. Desde aquela época, a instituição filantrópica conta com a destinação de recursos e doações voluntárias para a cumprir com excelência a sua missão na prestação de serviços de saúde aos mineiros. Todos os anos são mais de 600 mil procedimentos médicos, de 95 mil atendimentos ambulatoriais, de 370 mil exames, de 55 mil sessões de hemodiálise, de 20 mil consultas pediátricas, de 12 mil internações, de 11 mil cirurgias e mais de 33 mil sessões de quimioterapia e radioterapia destinados aos cidadãos de 88% dos municípios mineiros – maioria vinda pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Siga as redes sociais do Hospital da Baleia

Instagram: https://www.instagram.com/hospbaleia/

Facebook: https://www.facebook.com/hospitaldabaleia

Site: https://hospitaldabaleia.org.br/

Youtube: https://www.youtube.com/hospitaldabaleia

Twitter: http://www.twitter.com/hospbaleia

Posts Relacionados

Um novo olhar para o câncer

Pelo 3º ano consecutivo, Hospital da Baleia e fotógrafo voluntário realizam ensaio para pacientes em tratamento oncológico Projeto Poderosas –

Leia mais »

Faça parte da nossa rede de solidariedade!