Baleia inaugura consultório odontológico

Com recursos do Goleada do Bem, o projeto é fruto do histórico jogo entre Brasil X Alemanha na Copa do Mundo 2014

A derrota do Brasil para a Alemanha por 7 x 1 na semifinal da Copa do Mundo de 2014 marcou o futebol mundial. Mas de forma positiva, será também inesquecível para a vida de muitos brasileiros. Graças ao fato histórico no cenário esportivo, o Hospital da Baleia oferecerá melhor atendimento odontológico aos pacientes da oncopediatria.

Mais de trezentas crianças de todo o Estado que fazem tratamento de câncer no Hospital da Baleia – uma das mais respeitadas instituições de saúde do País no trato oncológico – serão beneficiadas com atendimento odontológico para melhorar a qualidade de vida. Os pequenos pacientes passarão a receber cuidados com a saúde bucal graças ao projeto Goleada do Bem. Para recordar, o Goleada do Bem foi uma iniciativa do Mineirão junto ao consulado da Alemanha no Brasil e à ONG alemã Dahw. Na próxima segunda, dia 16, às 10h uma solenidade no hospital – que é referência em filantropia – vai marcar a inauguração de dois consultórios odontológicos construídos com os recursos angariados e apoio de alguns parceiros.

A Dahw Brasil realizou, um leilão da trave e de partes da rede utilizada no jogo entre a seleção Brasileira e Alemã na Copa do Mundo de 2014. O jogo resultou na histórica goleada no Mineirão, por 7 a 1 e eliminou o Brasil da Copa. Cada pessoa que doou acima de 71 euros (referência ao placar 7 x 1) recebeu uma pedaço da rede daquela partida histórica. A trave faz parte do acervo do museu do futebol de Dortmund, na Alemanha. O Hospital da Baleia foi uma das quatro instituições contempladas com a verba (cerca de R$ 150 mil) utilizados para compra de equipamentos. A reforma ficou por conta do Centro Universitário Newton Paiva e os filtros foram uma doação da AC Equipamentos. Mais de 50 projetos de todas as regiões do Brasil se inscreveram no edital do projeto lançado em outubro de 2018

A partir de agora, o Baleia vai melhorar o atendimento odontológico aos pacientes da oncologia pediátrica – em princípio.  A expectativa é que, posteriormente o serviço seja ampliado para no Serviço de Oncologia Adulto e demais pacientes do Baleia. O cuidado odontológico em hospitalizados contribui para a prevenção de agravos e a melhora da condição sistêmica do paciente, diminuindo a incidência de infecções respiratórias, a necessidade de antimicrobianos sistêmicos, a diminuição da mortalidade, além de representar uma economia significativa. O novo serviço vai oferecer procedimentos preventivos e curativos, principalmente no combate à mucosite. 

Os efeitos colaterais mais comuns durante o tratamento oncológico são as infecções oportunistas, devido à baixa imunidade; e a mucosite oral – inflamação da mucosa. Se não tratada corretamente, pode evoluir para úlceras severas e doloridas, que facilitam o desenvolvimento de doenças e impedem a alimentação e hidratação correta.

Sobre o Baleia

Há 75 anos, a missão do Hospital da Baleia é muito conhecida e apoiada por toda Minas Gerais. Referência em assistência médico-hospitalar de qualidade e humanizada, todos os anos, a instituição realiza cerca de 600 mil procedimentos médicos. São atendidos cidadãos 88% dos municípios mineiros. Por ser uma instituição filantrópica com 85% do público atendido pelo Sistema Único de Saúde (SUS), em função da defasagem de preços da tabela de procedimentos do serviço público, as doações são fundamentais para a sustentabilidade da instituição. À disposição dos mineiros, são mais de 25 especialidades médicas e centros de referência em Oncologia Adulta e Pediátrica, Nefrologia (com ênfase na Hemodiálise e Transplante Renal), Ortopedia, Pediatria e Cirurgia Bariátrica e Metabólica, além do Centro de Tratamento e Reabilitação de Fissuras Labiopalatais e Deformidades Craniofaciais (Centrare).