Hospital da Baleia é referência no tratamento da escoliose congênita

A escoliose congênita é uma deformidade que já está presente no nascimento da criança. Essa deformidade ocorre bem no início da gravidez, a falta da formação, completa ou parcial dos ossos da coluna ou ocorre à falta da separação adequada destes ossos. A incidência dessa patologia felizmente é baixa, estimada em 0,5 a 1 por cada 1000 nascimentos. A hereditariedade não foi comprovada neste casos.

            Essa deformidade já pode ser visível desde o nascimento da criança, muitas vezes observada nos primeiros dias de vida pelos pediatras na maternidade. Porém, existem casos em que a doença só é percebida na fase de crescimento, mas assim que percebida deve ser encaminhada para avaliação especializada. Esses casos devem ser acompanhados por cirurgiões que possuam experiências com a escoliose congênita, pois a variedade de tratamentos é muito grande e individualizada e o momento adequado de intervenção cirúrgica, se for necessária, é fundamental. O Baleia, referência em Ortopedia, é o principal hospital de Minas Gerais no tratamento da escoliose congênita. Em média, são realizadas cerca de oito cirurgias de escoliose, por mês, no Baleia.

            De acordo com o cirurgião ortopedista do Hospital da Baleia, especialista em cirurgia da coluna, Dr. Bruno Fontes, a escoliose congênita é uma doença que costuma não causar dores fortes. Sendo assim, é muito importante que os pais fiquem atentos aos primeiros quatro anos de vida do filho quanto às reclamações sobre dificuldade para manter a postura, assimetria no tronco ou caroços ao lado da coluna.

            “Quanto mais cedo a doença for identificada, melhores serão os resultados do tratamento. O Hospital da Baleia é referência na escoliose congênita e o tratamento vai desde o simples acompanhamento das crianças, passando por uso de coletes de gesso, às cirurgias mais complexas.Recebemos pacientes em diversos estágios da doença. Mas não é raro, por exemplo, pacientes que chegam até o Baleia com deformidades muito graves, com mais de 100 graus de angulação. O diagnóstico precoce, que permite uma intervenção efetiva e segura, aumenta a chance de sucesso do tratamento”, alertou. 

            Ainda de acordo com o Dr.Bruno Fontes, a escoliose congênita pode vir acompanhada de outras malformações, podendo ocorrer em até 50% dos casos. Essas alterações são mais comumente encontradas na medula, no trato genito-urinário e no coração. Além de outras deformidades ortopédicas,comooutras alterações na coluna, pé torto congênito, luxação do quadril, etc. Dessa forma, uma vez que a criança seja diagnosticada com alterações congênitas da coluna, deve ser minuciosamente examinada pelo pediatra assistente, com atenção nas alterações cardíacas e renais. O Hospital da Baleia oferece essa atenção multidisciplinar aos pacientes portadores de escoliose congênita.

Sinais e sintomas da escoliose congênita:

– Elevação de um lado das costas (giba dorsal)

– “Caroços” sobre a coluna

– Ombros e quadris desnivelados

– Assimetria da cintura

– Costelas e escápulas salientes apenas em 1 dos lados do tórax

– Postura inadequada com desvios do tronco tanto para frente quanto para os lados

Hospital da Baleia
O Hospital da Baleia é referência em Minas Gerais no atendimento oncológico adulto e pediátrico. Atende a 88% dos municípios do estado, sendo 95% via Sistema Único de Saúde, o SUS. Além da Oncologia adulta e pediátrica, há outros Centros de Referência, Nefrologia (Hemodiálise e Transplante Renal), Ortopedia, Pediatria, com destaque para o Tratamento e Reabilitação de Fissuras Labiopalatais e Deformidades Craniofaciais (Centrare), além de mais de outras 30 especialidades médicas.

Posts Relacionados

Um novo olhar para o câncer

Pelo 3º ano consecutivo, Hospital da Baleia e fotógrafo voluntário realizam ensaio para pacientes em tratamento oncológico Projeto Poderosas –

Leia mais »

Faça parte da nossa rede de solidariedade!