Hospital da Baleia terá a maior usina fotovoltaica em área urbana de Minas Gerais

A Fundação Benjamin Guimarães / Hospital da Baleia irá lançar no próximo dia 03 de março, às 8h30, as obras da Usina Fotovoltaica Paulo Vivas Guimarães. A implantação do sistema tornará o complexo hospitalar mais sustentável, com a geração de energia totalmente limpa e renovável, deixando de emitir 66 toneladas de CO² por mês. Ao mesmo tempo, irá criar alternativas financeiras para diminuir o alto custo da tarifa de energia elétrica.  

A obra tem um custo previsto de R$ 4 milhões, valor 100% doado pela família Pentagna Guimarães, filhos de Paulo Vivas Guimarães. A data de lançamento da obra celebra o centenário de nascimento do homenageado. 

Essa será a maior usina fotovoltaica em área urbana de Minas Gerais, com capacidade de 1,51 MW (mega watts) e usará 4.720 módulos solares de 320W. A energia produzida mensalmente será o equivalente ao consumo de 1.500 residências.     

A obra ocupará uma área de 24 mil metros quadrados, proporcional a três campos de futebol. Ela será construída próximo ao prédio da Radioterapia, local com condições ideais para geração solar devido à sua inclinação natural para o norte e por não utilizar qualquer área de preservação ambiental.    


A expectativa é que com a construção da usina, a Instituição tenha uma economia de mais de R$ 1 milhão / ano no valor da conta de energia elétrica. Para o início das obras, a Fundação aguarda a liberação da Secretaria de Meio Ambiente de Belo Horizonte. A previsão é que o tempo de obra seja em torno de 3 meses. Paralelo a isso, estão sendo feitas obras de adequação da rede de distribuição da Cemig, que têm prazo para finalização no mês de setembro.     

Paulo Vivas Guimarães 

Paulo Viva Guimarães foi um empresário à frente do seu tempo. Nasceu em 03 de março de 1921, em Bom Sucesso, Minas Gerais. Formou-se em Economia pela Faculdade de Ciências Econômicas de Minas Gerais, em 1952. Atuou como diretor do Banco de Crédito e Comércio S.A. e após dois anos tornou-se diretor-presidente da mesma Instituição. 

Foi também diretor-presidente do Real Unido e diretor do Banco de Minas Gerais. Foi o fundador do Carbel Autogroup e banco BS2. 

Paulo Vivas Guimarães faleceu em 2005 e deixou 10 filhos. 

Posts Relacionados

Um novo olhar para o câncer

Pelo 3º ano consecutivo, Hospital da Baleia e fotógrafo voluntário realizam ensaio para pacientes em tratamento oncológico Projeto Poderosas –

Leia mais »

Faça parte da nossa rede de solidariedade!