“Trazer para a criança o que é da criança”

Com essa frase dita pelo Coordenador da Unidade de Terapia Intensiva pediátrica, Sérgio Diniz Guerra, a UTI do Hospital da Baleia se orgulha de ter como lema: o cuidado e carinho com os pacientes. Prova disso são os elogios feitos pela família da paciente Alana de Oliveira de 1 ano.

A pequena Alana ficou mais de um mês no Baleia entre internações, CTI e cirurgia para correção de uma má formação congênita abdominal. Mesmo com pouca idade, quando chegou hospital, Alana sofria com o problema clínico no trato digestório, além de questões sociais e emocionais. “Era uma criança sem contato, interação e reação aos estímulos. Não sorria e não brincava”, afirma Dr. Sérgio Diniz.

Além dos voluntários como palhaços e músicos, a instituição conta com profissionais especializados para oferecer atendimento de qualidade aos pacientes. A equipe da UTI é formada por especialistas em: Enfermagem, Fisioterapia, Psicologia, Fonoaudiologia, Serviço Social, Farmácia, Pediatria e Nutrição.

Como resultado de todo trabalho feito com profissionalismo e amor, a melhora clínica e social da pequena Alana foi notória. “Aos pouquinhos, percebemos que a Alana nos acompanhava com os olhos, fixava o olhar, interessava por algum brinquedinho e até esboçava um sorriso com as músicas que mais gostava. A UTI pediátrica tem essa característica, todo o grupo tem o mesmo objetivo que é tentar trazer para a criança o que é da criança”, comemora Sérgio Diniz.

Viviane Aparecida de Oliveira e Valdiane Cardoso de Oliveira – Tias da Alana Vitória dos Santos

Posts Relacionados

Um novo olhar para o câncer

Pelo 3º ano consecutivo, Hospital da Baleia e fotógrafo voluntário realizam ensaio para pacientes em tratamento oncológico Projeto Poderosas –

Leia mais »

Faça parte da nossa rede de solidariedade!